quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

DE VOLTA O "CANCELA DA RIMA"

DE VOLTA O "CANCELA DA RIMA"

Está de volta o festival Cancela da Rima de São Vicente do Sul, uma realização do C.T.G. Cancela da Fronteira.

Será nos dias 25 e 26 de março de 2017, com início as 16 hs do dia 25 (sábado).

Essa será a 6ª edição deste grande festival de trovas, que continuará com a coordenação geral do trovador Jairo Martins, criador deste evento.


A comissão avaliadora escolhida por Jairo estará assim formada, Adão Bernardes de Novo Hamburgo, Luiz Sodré de Cacequí e Antonio Emílio de São Gabriel.




As classificatórias serão todas realizadas no sábado da seguinte forma, cantam todos os inscritos na modlidade campeira, até serem apurados os quatro classificados que disputarão no domingo, juntamente com os quatro classificados da trova estilo Gildo de Freitas e os quatro da trova de martelo, portando esses doze trovadores farão no domingo uma semi-final de onde sairão dois finalistas em cada estilo, ficando os terceiros e quartos colocados definidos por pontos.

Assim no final do evento teremos três trovas finais uma em cada estilo.

A premiação será a mesma nos três estilos assim distribuída.
1º lugar - R$ 400,00
2º lugar - R$ 300,00
3º lugar - R$ 200,00
4º lugar - R$ 100,00.

Por hora é isso, inté fui...

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

65º CONGRESSO TRADICIONALISTA GAÚCHO

65º CONGRESSO TRADICIONALISTA GAÚCHO


Ocorreu neste fim de semana, de 13 a 15, no CTG Laço Velho de Bento Gonçalves,  o 65º Congresso Tradicionalista Gaúcho. Neste evento muito concorrido, além das diversas proposições apresentadas, foram preenchidos os nomes para compor o Conselho Diretor, Junta Fiscal, Departamento Jovem e os Coordenadores Regionais para a gestão do ano corrente da entidade.

Nairo Callegaro, atual presidente, na foto apresentando seu relatório de atividades em 2016, foi eleito para seu segundo mandato à frente do Movimento. 
 
 
Matéria compartilhada do blog do Léo Ribeiro, por hora é isso, inté fui...

segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

O6 DE JANEIRO É DIA DOS SANTOS REIS

O6 DE JANEIRO É DIA DOS SANTOS REIS


No flagrante acima, Paixão Côrtes e Os Três Xirus (com o saudoso Leonardo tocando tambor a esquerda, Elmo Neher ao violão e Bruno Neher com o acordeom) numa cantiga de reses.


Folia de Reis é um festejo de origem portuguesa ligado às comemorações do culto católico do Natal, trazido para o Brasil ainda nos primórdios da formação da identidade cultural brasileira, e que ainda hoje mantém-se vivo nas manifestações folclóricas de muitas regiões do país.
 
Na tradição católica, a passagem bíblica em que Jesus foi visitado por reis magos, converteu-se na tradicional visitação feita pelos três "Reis Magos", denominados Melchior, Baltasar e Gaspar, os quais passaram a ser referenciados como santos a partir do século VIII.

Fixado o nascimento de Jesus Cristo a 25 de dezembro, adotou-se a data da visitação dos Reis Magos como sendo o dia 6 de janeiro que, em alguns países de origem latina, especialmente aqueles cuja cultura tem origem espanhola, passou a ser a mais importante data comemorativa católica, mais importante, inclusive, que o próprio Natal
 
Mas como se compõe e qual a função do Terno de Reis?

Segundo o folclorista Paixão Côrtes, é variável o número de participantes de um "terno" pois nem sempre os cantadores são também instrumentistas, e isto obriga a uma maior divisão de funções. No geral, não vai além de oito pessoas: o mestre ou guia e o ajudante de mestre; contra-mestre e ajudante de contra-mestre; o tipe; o tambor; o triângulo e a rabeca. O mestre, que é o diretor, deve não só ser um bom repentista como também um bom conhecedor da história do nascimento de Jesus, principalmente no que se refere à visita dos Reis Magos. É o mestre (em primeira voz) que inicia o canto acompanhado de seu ajudante (em segunda voz); o verso é então repetido pelo contra-mestre e seu ajudante, também em primeira e segunda voz, respectivamente. O tiple ou tipe ou ainda tipi, é ordinariamente uma criança que se encarrega de cantar as firmatas características do segundo e do quarto verso de cada estrofe ou somente deste último. Podem existir um ou dois tipes em cada terno. Sobre esta figura assim se expressou o folclorista Mário de Andrade: "A mim me parece que o quipe que 'faz o contracanto' é o mesmíssimo 'tiple', também 'tipe' pela nossa gente folclórica, palavra de terminologia musical espanhola que nomeia o soprano (se trata dum menino) muito generalizada nas cantorias brasileiras para indicar uma voz subalterna.
 
Embora raro, encontramos o terno acompanhado de pau de fita, boizinho, bumba-meu-boi etc., então com suas representações coreográficas algo dramáticas, lembrando um rancho definido por Mário de Andrade. Aparecem também por vezes homens vestidos de mulheres, bem como os arcos de flores das "jardineiras", os cavalheiros, os porcos, caiteto, uma verdadeira bicharada.

Letra e música

As estrofes de nossos ternos de Reis, são quadrinhas na maioria das vezes de feitura popular, heptasílabas que narram episódios referentes ao nascimento de Cristo. Podemos classificá-las como religiosas e profanas. As primeiras são aquelas que no seu conteúdo mantêm bem vivo o motivo cristão das comemorações da Bíblia. As profanas são as que fogem ao tema do ciclo natalino religioso. Mas antes desta narração encontram-se os versos de chegada ou de saudação, à porta da casa. Os versos compreendem vários ciclos: anterior ou véspera de 25, dia de Natal, de 25 à 1º do ano e de 1º de janeiro ao dia de Reis. As estações são cantadas de acordo com o decorrer dos dias, e obedecem as seguintes principais frases: Chegada, Entrada, Louvação, Peditório, Agradecimento e Despedida.

Cada terno tem mais ou menos decorado um número grande de versos, podendo no entanto "o mestre" acrescentar improvisos que a situação exigir.

São numerosas as melodias existentes. Variam de região para região. Talvez os tipos de instrumentos musicais acompanhantes tenham contribuído para o surgimento dessas variedades. Em nossas pesquisas registramos inúmeras "toadas". As melodias geralmente apresentam duas partes distintas: uma bastante lenta, corresponde aos versos cantados; a outra somente tocada, no geral caracteriza-se por uma aceleração do ritmo.

A seguir damos um exemplo da maneira de como é "tirado" um verso pelos cantores:

Cantam: mestre e seu ajudante
Os três Reis por serem Santos
Os três Reis por serem Santos
Se puseram a caminhar
Repetem: contra-mestre e seu ajudante
Os três Reis por serem Santos
Os três Reis por serem Santos
Se puseram a caminhar
Cantam: mestre e seu ajudante
Procurando Jesus Cristo
Procurando Jesus Cristo
Em Belém foram encontrar
Repetem: contra-mestre e seu ajudante
Procurando Jesus Cristo
Procurando Jesus Cristo
Em Belém foram encontrar

Em outros ternos, porém, cantam os "reses" quadrinha por quadrinha; assim como as melodias, as maneiras de cantar são também distintas.

Geralmente eles terminam o verso bem "choroso", acrescentando "oi"...
Instrumentos

Os instrumentos musicais que podem considerar como tradicionais são: viola, rabeca, gaita, violão, tambor ou caixa de triângulo.

Comum outrora era a parceira da viola com a rabeca acrescida quase sempre de tambor ou triângulo. Na falta deste último um estribo de meia picaria é também usado.

Atualmente a gaita tomou conta da parte musical, fazendo-se acompanhar do violão e não raro de pandeiro, chocalho e cavaquinho.

Visita

Em traços gerais a visita dá-se da seguinte maneira: no terreiro da casa, o "terno" tendo a frente o "mestre" e o "ajudante", faz em verso de "saudação" ao dono da residência, solicitando permissão para cantarem e ao mesmo tempo justificando-se da sua chegada:

Chegada
Agora mesmo chegamos
Na beira do seu terreiro
Para tocar e cantar
Licença peço primeiro

Entrada
Se o proprietário concorda — geralmente muito satisfeito e feliz — abre a porta, convidando o mestre e seus cantadores para passarem. Existe mesmo uma certa tradição que consiste em o proprietário aguardar alguns versos para no caso positivo de receber o terno, acender as luzes da casa.

Porta aberta, luz acesa
Sinal de muita alegria
Entra eu, entra meu terno
Entra toda a companhia


Na saída, após muita cantoria, os cantores e os familiares ficam de alma limpa pela visita que representa a presença do menino Jesus em seu lar.

Matéria extraída do blog de Léo Ribeiro.

Por hora é isso, inté fui...

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

CENAÍR MAICÁ!


CANAÍR MAICÁ!


Num dia 02 de janeiro, do ano de 1989, morria em Porto Alegre o cantor Cenair Maicá, um dos Troncos Missioneiros, intérprete de verdadeiros clássicos do regionalismo gaúcho como Baile do Sapucai e Canto dos Livres.

Nasceu em Águas Frias, no atual município de Tucunduva, então distrito de Santa Rosa, filho de Armando Maicá, o "seu Mandico", e Orcina Lamarque Maicá. Aos três anos de idade mudou-se com sua família para a província de Missiones, na Argentina, para viver em carreiras, acampamentos de extração de madeira às margens do Rio Uruguai. Foi com os peões argentinos e paraguaios que trabalhavam com seu pai que Cenair aprendeu os primeiros acordes de violão. Cursou o primário no colégio General Belgrano, em Três Pedras, Oberá.

Passou a maior parte de sua vida em santo Angelo, onde começou sua carreira musical com o irmão Adelque já aos 10 anos de idade. Tornou-se conhecido ao vencer o 7º Festival do Folclore Correntino, em 1970, em São Tomé, na Argentina, com a música Fandango na Fronteira. Apresentou-se junto do compositor da canção, Noel Guarany, e a vitória garantiu aos dois a gravação do disco compacto Filosofia de Gaudério (1970). Trabalhou com José Mendes e depois com Noel Guarany. Cenair gravou um compacto duplo e quatro LP, dois deles reeditados em CD.

Aos 17 anos de idade, num acidente, perdeu um rim, o que veio, mais tarde a comprometer sua saúde e influenciar no seu prematuro falecimento, que ocorreu em 02/01/1989, aos 41 anos, devido a uma infecção hospitalar contraída durante a colocação de uma prótese femural. Os problemas de saúde haviam começado em 1984, quando rim que lhe restara começou a falhar e Cenair precisou fazer hemodiálise, o que o deixou ainda mais debilitado. Chegou a fazer um transplante de rim em 1985, doado pelo irmão Darci Maicá. Seus restos mortais encontram-se na cidade de Santo Ângelo, onde existe um memorial em sua homenagem na entrada do Cemitério Municipal.

Matéria extraída do blog do Léo Ribeiro.

Por hora é isso, inté fui...

domingo, 1 de janeiro de 2017

RETROSPECTIVA DA TROVA 2016

RETROSPECTIVA DA TROVA 2016

Janeiro 09.

1º Manancial de trovas da Restinga de São Vicente do Sul.
Avaliadores, Adão Bernardes e Luiz Sodré.

Trova Campeira.

1º lugar - Diomar Almeida
2º lugar - Aldorí Tito
3º lugar - Jair Corrêa.

Trova estilo Gildo de Freitas.

1º lugar - Ryan Serpa
2º lugar - Papa Figo
3º lugar - Valdeci Martins.

Trova Martelo.

1º lugar - Luciano Quines
2º lugar - Caneleira
3º lugar - Alciomar César.

Janeiro 10.

Rodeio nacional de Canela.
Avaliadores, volnei Corrêa, Jurema Chaves e Renato Kruel.
1º lugar - Lauvir Siqueira.

Janeiro 29 e 30, 31º Rodeio Internacional da Vacaria.
Avaliadores, José Estivaleth, Adão Bernardes e Renato Kruel.

Trova campeira.

1º lugar - João Barros
2º lugar - Volnei Corrêa
3º lugar - Macedinho.

Trova estilo Gildo de Freitas.

1º lugar - Leôncio Amaral
2º lugar - Elizandro Chaves
3º lugar - Luciano Quines.

Pajadas.

1º lugar - Jadir Oliveira
2º lugar - Jadir Oliveira Filho
3º lugar - Leôncio Amaral.

Fevereiro 14.

1º Encontro de Trovadores de Caxias do Sul.
Avaliadores, Tio Gurí e Alaor Merckel.

Trova Campeira.


1º lugar - Hidalgo Rodrigues
2º lugar - Gabriel Zanotto
3º lugar - Ailton Rodrigues.

Trova estilo Gildo de Freitas.

1º lugar - Flavio Costa
2º lugar - Aldoní Freitas
3º lugar - Zé Bonitinho.

Trova Martelo.

1º lugar - Jaír do Acordeon
2º lugar - Santo Homem
3º lugar - Gilmar de Oliveira.

Fevereiro 20, Rodeio Nacional de Soledade.

Trova campeira.

1º lugar - Leôncio Amaral
2º lugar - Adão Bernardes
3º lugar - Ventania.

Trova estilo Gildo de Freitas.

1º lugar - Cravinho
2º lugar - Peá da Bossoróca
3º lugar - Maria Edi Malaquias.

Trova de Martelo.


1º lugar - Volnei Corrêa
2º lugar - Luizinho Araújo
3º lugar - Nilson Lima.

Fevereiro 27. Campereada internacional do Alegrete.
Trova estilo Gildo de Freitas (estilo único)

1º lugar - Turco Chaves
2º lugar - Aldorí Tito
3º lugar - João Barros
4º lugar - Cravinho
5º lugar - Diomar Almeida.
Trovador mais popular Ryan Serpa.

Março 12, 38º Rodeio Nacional de Campo Bom.
Avaliadores, Adão Bernardes, Antônio Barbosa e Peá da Bossoróca.

Trova Campeira.

1º lugar - Jadirzinho
2º lugar - Volnei Corrêa
3º lugar - Valdir Santos

Trova estilo Gildo de Freitas.

1º lugar - Vanderlei Rosa
2º lugar - Celso Oliveira
3º lugar - Anderson Brum.

Trova de Martelo.

1º lugar - Ventania
2º lugar - Milton Pinheiro
3º lugar - João Benito.

Março 12, Trovas do C.T.G. Aconchego dos Índios.
São Francisco de Assis.
Trova campeira (estilo único)

1º lugar - Cravinho
2º lugar - Turco Chaves
3º lugar - Caneleira
4º lugar - Jaír Corrêa.

Março 20. Entrode em São Leopoldo.

Trova campeira.

1º lugar - Volnei Corrêa
2º lugar - Milton Pinheiro.

Trova martelo.

1º lugar - Leôncio Amaral
2º lugar - Ventania.

Trova estilo Gildo de Freitas.

1º lugar - João Benito
2º lugar - Sirlei Carvalho.

Abril 02 e 03, 21º Desafio de Trovadores de Cacequí.
Avaliadores, Adão Bernardes, Macedinho e Valter Portalette.

Trova Campeira.

1º lugar - Araí Goularth
2º lugar - Turco Chaves
3º lugar - Volnei Corrêa
4º lugar - Róger Chaves
5º lugar - Odilon Almeida.

Trova estilo Gildo de Freitas.

1º lugar - Jadirzinho
2º lugar - José Estivaleth
3º lugar - Elizandro Chaves
4º lugar - Eron Oliveira
5º lugar - Luciano Quines.

Trova de Martelo.

1º lugar - João Barros
2º lugar - Doeli Valente
3º lugar - Leôncio Amaral
4º lugar - Renato Kruel
5º lugar - Jadir Oliveira.

Tordilhos.

1º lugar - Luizinho Araújo
2º lugar - Ernande Vargas.

Potrilhos.


1º lugar - João Vitor
2º lugar - Ryan Serpa.

Abril 17, 2º encontro de trovadores do Galpão do Muladeiro.
Avaliadores, Alaor Merckel e Tio Guri.

1º lugar - Gabriel Zanotto
2º lugar - Jaír do Acordeon
3º lugar - Aldoní Freitas

Trova estilo Gildo de Freitas.

1º lugar - Ailton Rodrigues
2º lugar - Gilmar de Oliveira
3º lugar - Gabriel Zanotto.

Trova de Martelo.

1º lugar - Aldoní Freitas
2º lugar - Gabriel Zanotto
3º lugar - Ailton Rodrigues.

Maio 07 , Tertúlia das Mães, Sapucaia do Sul.

Trova Campeira.

Avaliadores, Jurema Chaves, Paulo Souza e Ricardo Silva.

1º lugar - José Estivaleth
2º lugar - Volnei Corrêa
3º lugar - Anderson Brun

Martelo.

1º lugar - Leôncio Amaral
2º lugar - Adão Bernardes
3º lugar - Valdir Santos.

Trova estilo Gildo de Freitas.

1º lugar - Milton Pinheiro
2º lugar - João Benito
3º lugar - Vanderlei Rosa.

Maio 08, Rodeio de Caxias do Sul.
Avaliadores, Tio Guri, Santo Homem e Dedé Borges.

Trova Campeira.

1º lugar - Alaor Merckel
2º lugar - Gabriel Zanotto
3º lugar - Donizete Ribeiro.

Trova estilo Gildo de Freitas.

1º lugar - Adão Bernardes
2º lugar - Alaor Merckel
3º lugar - Jorge Boca de Sino.

Trova de Martelo.

1º lugar - Jorge Boca de Sino
2º lugar - Adão Bernardes
3º lugar - Gabriel Zanotto.

Maio 15, 2º Acampamento de Versos de Rosário do Sul.
Avaliadores, João Maciel, Antônio Emilio e Diomar Almeida.

Campeira.

1º lugar - Cravinho
2º lugar - José Estivaleth
3º lugar - Odilon Almeida
4º lugar - Papa Figo.

Trova estilo Gildo de Freitas.

1º lugar - João Barros
2º lugar - Leôncio Amaral
3º lugar - Araí Goularth
4º lugar - Eron Oliveira.

Maio 15, 1º Encontro de trovadores do bar do Ramiro.
Avaliadores, Tio Guri e Alaor Merckel.

Trova Campeira.


1º lugar - Gabriel Zanotto
2º lugar - Ailton Rodrigues
3º lugar - Zé Bonitinho

Estilo Gildo de Freitas.

1º lugar - Zé Bonitinho
2º lugar - Aldoní Freitas
3º lugar - Gabriel Zanotto.

Trova Martelo.

1º lugar - Jaír do Acordeon
2º lugar - Gilmar Oliveira
3º lugar - Zé Bonitinho.

Maio 22, 1º Tropel de Versos de Cruz Alta.
Avaliadores, Hélio Teixeira, Paulo Davi e Valdomiro Melo.

1º lugar - Cravinho
2º lugar - Valter Portalete
3º lugar - José Estivalete
4º lugar - Volnei Corrêa
5º lugar - luizinho Araújo.

Estilo Gildo de Freitas.

1º lugar - Turco Chaves
2º lugar - João Barros
3º lugar - Róger Chaves
4º lugar - Adão Bernardes
5º lugar - Tchê Fagundes.

Martelo.

1º lugar - João Maciel
2º lugar - Leôncio Amaral
3º lugar - Renato Kruel
4º lugar - Eron Oliveira
5º lugar - Marcio Carvalho (Bugio)
Trovador mais popular - Papa Figo.

Maio 29, Rodeio Internacional de Osório.
Avaliadores, Leôcio Amaral, Tetê Carvalho e Peá da Bossoróca.

Trova Campeira.

1º lugar - Cravinho
2º lugar - Luizinho Araújo
3º lugar - Celso Oliveira.

Estilo Gildo de Freitas.

1º lugar - Turco Chaves
2º lugar - Luciano Quines
3º lugar - Diomar Almeida.

Pajada.

1º lugar - Jadir Oliveira
2º lugar - João Barros
3º lugar - Alaor Merckel.

Julho, 02 e 03, X Invernada da Trova, Júlio de Castilhos.
Avaliadores, Leôncio Amaral, Valter Portalete e Mano Silva.

Trova Campeira.

1º lugar - João Barros
2º lugar - José Estivaleth
3º lugar - Papa Figo
4º lugar - Elizandro Chaves
5º lugar - Antônio Emílio.

Trova estilo Gildo de Freitas.

1º lugar - Róger Chaves
2º lugar - Turco Chaves
3º lugar - Eron Oliveira
4º lugar - Macedinho
5º lugar - Paulo Daví.

Trova de Martelo.

1º lugar - Cravinho
2º lugar - Adão Bernardes
3º lugar - Luciano Quines
4º lugar - João Maciel
5º lugar - Peá da Bossoróca.

Julho 30, 4º Mi Maior de Gavetão da Coxília Nativista, Cruz Alta.
Avaliadores, Volnei Corrêa, Hélio Teixeira, Dido Portinho e Luiz Onério.

1º lugar - Turco Chaves
2º lugar - Leôncio Amaral
3º lugar - Adão Bernardes
4º lugar - Luciano Quines
5º lugar - Róger Chaves
6º lugar - Cravinho
7º lugar - João Barros
8º lugar - Eron Oliveira
9º lugar - João Maciel
10º lugar - Marcio Carvalho (Bugio)
11º lugar - Nanaco
12º lugar - Milton Fagundes.

Setembro 09, 30ª Recoluta Municipal de São Gabriel.
Avaliadores, Erivelton Trindade, Eron Oliveira e Beni Nascimento.

Categoria única, Trova Campeira.

1º lugar - Elizandro Chaves
2º lugar - Róger Chaves
3º lugar - Cravinho
4º lugar - Turco Chaves
5º lugar - Benito Moura.

Setembro 16, 1º Reponte do Verso Xucro, São Sebastião do Caí.
Avaliadores, Volnei Corrêa, Valdir Santos e Renato Kruel.

1º lugar - Cravinho
2º lugar - Leõncio Amaral
3º lugar - Luizinho Araújo
4º lugar - Elizandro Chaves

Estilo Gildo de Freitas.

1º lugar - José Estivaleth
2º lugar - Turco Chaves
3º lugar - Luciano Quines
4º lugar - João Benito.

Trova de Martelo.

1º lugar - João Barros
2º lugar - Adão Bernardes
3º lugar - Milton Pinheiro
4º lugar - Róger Chaves.

17 e 18 de Setembro, Mi Maior de Gavetão, Sapucaia do Sul.
Avaliadores, Volnei Corrêa, Adão Bernardes e João Benito.

Trova Campeira.

1º lugar - João Barros
2º lugar - Cravinho
3º lugar - Jadir Oliveira
4º lugar - Luciano Quines
5º lugar - Antõnio Emílio.

Trova estilo Gildo de Freitas.

1º lugar - José Estivaleth
2º lugar - Leôcio Amaral
3º lugar - Jadirzinho
4º lugar - Elizandro Chaves
5º lugar - Peá da Bossoróca.

Trova de Martelo.

1º lugar - Róger Chaves
2º lugar - Vanderlei Rosa
3º lugar - Alaor Merckel
4º lugar - Miguelzinho
5º lugar - Milton Pinheiro.

Tordilhos.

1º lugar - Valdir Santos
2º lugar - Ailton Flores
3º lugar - Gaúcho do Alegrete.

Pajada.

1º lugar - Jadir Oliveira Filho
2º lugar - Jadir Oliveira.

Outubro 09, 17º Cavaco da Trova, Gravataí.

Trova Campeira.

1º lugar - Vanderlei Rosa
2º lugar - Leôncio Amaral
3º lugar - Teixeirinha
4º lugar - Ventania.

Trova de Martelo.

1º lugar - Adão Bernardes
2º lugar - Milton Pinheiro
3º lugar - Mano Silva
4º lugar - Luizão Quevedo.

Trova estilo Gildo de Freitas.

1º lugar - Anderson Brun
2º lugar - Peá da Bossoróca
3º lugar - Ailton Flôres
4º lugar - Sirlei Carvalho.

Campeão dos Campeões, Anderson Brun.

Outubro 29 e 30, 1º Festival Pedro Ribeiro da Luz.
Avaliadores, Fraga Cirne, João Maciel e Valter Portalete.

Trova campeira.

1º lugar - Jadir Oliveira
2º lugar - Leôncio Amaral
3º lugar - Araí Goularth
4º lugar - Turco Chaves
5º lugar - Diomar Almeida.

Martelo.

1º lugar - João Barros
2º lugar - Volnei Corrêa
3º lugar - Paulo Davi
4º lugar - Cravinho
5º lugar - Renato Kruel.

Trova estilo Gildo de Freitas.

1º lugar - Jadir Oliveira Filho
2º lugar - Róger Chaves
3º lugar - Luciano Quines
4º lugar - Adão Bernardes
5º lugar - Celso Oliveira.

Tordilhos.

1º lugar - Ailton Flores
2º lugar - Luizinho Araújo
3º lugar - Maria Edi Malaquias.

Potrilhos.

1º Ryan Serpa.

Campeão dos campeões - João Barros.

Novembro, 05 e 06 VI Rio em Rimas de Manoel Viana.
Avaliadores, Volnei Corrêa, João Maciel e Cravinho.

Trova Campeira.


1º lugar - Turco Chaves
2º lugar - José Estivaleth
3º lugar - Jairo Martins
4º lugar - Berecí Duarte
5º lugar - Eron Oliveira
6º lugar - Ryan Serpa.

Trova estilo Gildo de Freitas.

1º lugar - Elizandro Chaves
2º lugar - Adão Bernardes
3º lugar - Ailton Flores
4º lugar - Diomar Almeida
5º lugar - Paulo Davi
6º lugar - Antônio Emílio.

Martelo.

1º lugar - João Barros
2º lugar - Luciano Quines
3º lugar - Doeli Valente
4º lugar - Peá da Bossóroca
5º lugar - Aldorí Tito
6º lugar - Odilonzinho.

Novembro 06 Rodeio Estadual de Garibaldi.
Avaliadores, Cabeleira, Leôncio Amaral e Tetê Carvalho.

Trova estilo Gildo de Freitas.

1º lugar - João Benito
2º lugar - Vitor Hugo
3º lugar - Ailton Rodrigues.

Trova campeira.

1º lugar - Alaor Merckel
2º lugar - Jorge Oliveira
3º lugar - Jandir Bonatto.

Novembro 20 ENART em Santa Cruz do Sul.

Trova Campeira.

1º lugar - Cravinho
2º lugar - Celso Oliveira
3º lugar - Teixeirinha.

Trova estilo Gildo de Freitas.

1º lugar - Jorge Luiz Pienitz
2º lugar - João Barros
3º lugar - Ari Fonseca.

Trova Martelo.

1º lugar - Aldorí Tito
2º lugar - Luizinho Araújo
3º lugar - João Benito.

Trovador mais popular - Ari Fonseca.

Pajadas.

1º lugar - Celso Oliveira
2º lugar - João Barros
3º lugar - Cravinho.

Dezembro 11, Rodeio Nacional de Criúva.
Avaliadores, Volnei Corrêa, Adão Bernardes e Derly Silva.

Trova Campeira.

1º lugar - João Benito
2º lugar - Valdir Santos
3º lugar - Luan Soares.

Trova estilo Gildo de Freitas.

1º lugar - Valdir Santos
2º lugar - João Benito
3º lugar - Tio Guri.

Trova de Martelo.

1º lugar - Adaír Machado
2º lugar - Tio Guri
3º lugar - João Benito.

Dezembro 17, Destaques do ano na trova gaúcha.



Trova Campeira - Cravinho

Trova estilo Gildo de Freitas - João Barros

Trova Martelo, empate triplo - Jadir Oliveira Filho, Turco Chaves e José Estivaleth.

Avaliador - Volnei Corrêa

Divulgação Rádio - Odilon Ramos.

Divulgação internet - Adão Bernardes.

# Lembro ainda que nesse ano de 2016 que hora encerra , o trovador ventania não perdeu para as urnas e se elegeu vereador em Sapucaia do Sul.


Esse blog deseja a todos os seguidores, um 2017 MACANUDO!
Por hora é isso, inté fui...

sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

RETROSPECTIVA GAUDÉRIA 2016


RETROSPECTIVA GAUDÉRIA 2016



JANEIRO
8 a 10 - Acontece na cidade de Bento Gonçalves, no CTG Laço Velho, o 64º Congresso Tradicionalista Gaúcho, onde foi eleito Presidente do MTG Nairo Callegaro.
Na mesma data ocorre a 34ª  edição do festival Gauderiada da Canção Gaúcha, de Rosário do Sul, saindo-se como vencedora a música Olores de Campo e Vida com letra de  Joel de Freitas Paulo e melodia de Ederson Mello tendo na interpretação Cristiano Fantinel e Robledo Martins.
14 a 23 - Embora não seja uma festividade dentro da geografia riograndense, tal evento tem larga identificação com artistas regionais e com a musicalidade do Rio Grande do Sul. Estamos falando da 26ª Festa Nacional do Chamamé de Corrientes, na Argentina, que apresenta também a 12ª Festa do Chamamé do Mercosul.
14 a 24 - Acontece a 17ª edição da Cavalgada Cultural da Costa Doce. Foram 10 dias de andanças a partir de Barra do Ribeiro percorrendo em torno de 300 km pela costa da Lagoa dos Patos, com a chegada em Pelotas no dia 24 de janeiro, sendo considerada uma das mais belas cavalgadas do Rio Grande do Sul.
21 a 31 - Ocorre o 31º Rodeio Internacional de Vacaria, agora com 10 dias a mais que as edições anteriores.
25 a 27 - Memória de Campeiro foi a grande vencedora do 10º "Cante Uma Canção Em Vacaria", festival realizado durante a programação do Rodeio Internacional de Vacaria. Além do Primeiro Lugar a música conquistou os troféus de Mais Popular e Melhor Conjunto Vocal.
29 jan a 06 fev - 32ª Cavalgada do Mar. Devido as chuvas e as exigências veterinárias para liberação animal, foi uma das menores dos últimos anos. Em torno de 500 cavalarianos participaram do evento. 
 
FEVEREIRO
01 - Os Cavaleiros da Paz embarcaram para o México onde fizeram, à Cavalo, as trilhas históricas da Revolução Mexicana percorrendo os mesmos caminhos de personagens como Pancho Villa e Zapata.
05 - MARGS fecha as portas por falta de segurança. A crise financeira que assolou a Secretaria da Cultura do Rio Grande do Sul (Sedac) – e o Governo como um todo – fez mais uma vítima: o Museu de Artes do Rio Grande do Sul (MARGS). Um dos espaços culturais mais importantes de Porto Alegre, o museu fechou suas portas por falta de segurança. Pelo segundo dia consecutivo, a empresa responsável pela vigilância do local enviou apenas dois funcionários para trabalhar no prédio – normalmente, o Margs opera com 20 vigilantes (nove pela manhã, nove à tarde e dois à noite). De acordo com a administração da instituição, não há previsão de retorno das atividades
27 - Ocorre o 2º esteio da Poesia, festival poético da cidade de Esteio, que teve como vencedor o poema NÃO ME PERGUNTES DO GAÚCHO VELHO de Rodrigo Bauer, na interpretação de Pedro Junior da Fontoura e como amadrinhadores: Mario Tressoldi e Diogo Barcelos.
MARÇO
02 - Em Passo Fundo, foi aprovado por unanimidade pela Câmara de vereadores, na sessão plenária de quarta-feira (02/03), o projeto de lei nº 063/2015 de autoria do vereador Wilson Lill (PSB), que denomina de Largo Valter Vieira Ribeiro, grande declamador passofundense, o espaço lateral à Avenida Brasil anterior ao trevo de acesso a Carazinho.
13 - A Invernada Artística do CTG Aldeia dos Anjos, de Gravataí, sagrou-se grande campeã do 71ª Festival de Folclore, no Vale dos Templos, na Itália que reúne sempre uma verdadeira multidão para assistir grupos folclóricos de diversas partes do mundo.
- A última noite do 32º Reponte da Canção foi marcada pelo anúncio das vencedoras do festival. A música popular gaúcha “O Assombro dos Sobrados”, de Canguçu e Caxias do Sul, na linha manifestação regional, e a mazurca “Semente de Luz”, de Lavras do Sul e Pelotas, na linha campeira receberam o título de campeãs do 32º Reponte da Canção. Ambas as composições receberam o Troféu Seival.
22 - Morre o cantor Ary Marchi, do conjunto Os Araganos. Ary estava residindo em Osório e sofreu um infarto fulminante. O velório e o enterro foi, também, na cidade de Osório. Dono de um timbre inconfundível Ary e seus parceiros Araganos primavam pelo vocal elaborado e diversas canções tornaram-se verdadeiros clássicos na sua interpretação.
23 - Começa o Festival da Barranca, em São Borja. O festival acontece às margens do Rio Uruguai e tem como característica principal a composição e apresentação de canções, compostas em menos de 24 horas. O tema é anunciado no começo da noite da Sexta-Feira Santa e, no sábado, os músicos têm que defender as obras.
24 - 23ª RT é Campeã da FECARS 2016, Com a maior pontuação nas modalidades da Festa Campeira do Rio Grande do Sul, mesmo não vencendo "Laço Seleção" (vencido pela 29ªRT), a 23ª Região Tradicionalista, do Coordenador João Luz, foi a grande campeã da FECARS 2016, recebendo o troféu Cyro Dutra Ferreira.
 
Troféu Cyro Dutra Ferreira: 1º Lugar: 23ª RT - 2º Lugar: 27ª RT - 3º Lugar: 14ª RT
ABRIL
16 - Foram escolhidos os Píás, Guris e Peões Farroupilhas. Os vencedores foram os seguintes:
1º Piá - Guilherme Ribeiro Rossi - CTG Amizade de Vasco Alves - Alegrete.
1º Guri - Bryan Leal de Melo - CTG Galpão de Estância - São Luiz Gonzaga
1º Peão - Diego De Azevedo Andrade - DTG Lauro Rodrigues - São Sebastião Do Caí
20 - Em noite memorável o 35 CTG, na semana de seu 68º aniversário, homenageou poetas, declamadores, cantores e entidades voltadas para os festivais de poesia no nosso Estado com o Troféu Antônio Augusto Fagundes, que foi o patrão mais novo desta entidade.
24 - Na zona sul da cidade de Porto Alegre aconteceu mais uma edição (23ª) da conhecida Cavalgada da Tala onde cerca de dois mil participantes saíram de Belém Novo até o Lami, no  templo de São Jorge que leva o nome da Cavalgada, num percurso de 16 km, tendo a frente um cavaleiro representando o Santo. O evento contou com a participação de mais de 2 mil cavalarianos.
29 - O espetáculo "Som e Luz" reestreia em São Miguel das Missões com parte técnica renovada após vendaval na região. O espetáculo sobre a saga jesuítico-guarani no Sítio Arqueológico de São Miguel Arcanjo volta com tecnologia digital, trilha remasterizada e os amplificadores de som foram trocados. A nova fórmula teve o patrocínio do BNDS.
MAIO
21 - Milhares de pessoas viveram uma noite cultural em Porto Alegre no sábado (21). Inédito na capital gaúcha, o evento 'Noite dos Museus', criado em Berlim, na Alemanha, abriu as portas de oito prédios para visitação, sem cobrar entrada. As atrações uniram artes plásticas e música das 19h às 23h.
 
- Acontece em Uruguaiana o festival de poesias Patrulha Uruguaianense da Poesia Gaúcha,  que teve como vencedor o Poema Pequena Sonata ao Grande Rio, de Vaine Darde, declamado por Afonso Falcão e amadrinhado por Renato Fagundes.
- Ocorre a 46ª Ciranda Cultural de Prendas do Rio Grande do Sul, uma promoção do MTG.
Relação das vencedoras em suas respectivas categorias
Categoria Adulta:
- PRIMEIRO LUGAR: Roberta Barbosa Rodrigues Jacinto (foto). CTG Prenda Minha (Bagé)
- SEGUNDO LUGAR: Luise Moraes. CTG Piquete da Querência (São José do Ouro).
- TERCEIRO LUGAR: Carolina Amaral Ehlert. CTG Querência Crioula (Giruá).
Categoria Juvenil:
- PRIMEIRO LUGAR: Giovana Pertuzatti Rossato. CTG Rodeio da Querência (Frederico Westphalen)
- SEGUNDO LUGAR: Dayala Marina Ubessi Streit. CTG Rancho dos Tropeiros (Ibirubá)
- TERCEIRO LUGAR: Luana Rachel Wojciechowski. CTG Os Legalistas (Santo Ângelo)
 Categoria Mirim:
- PRIMEIRO LUGAR: Nicoly Cimento. CTG Sentinelas do Pago (Marau)
- SEGUNDO LUGAR: Ana Luísa Antoniolli. CTG Retorno à Querência (Nova Prata)
- TERCEIRO LUGAR: Isabela Nunes da Silva. CTG Estância da Serra (Osório).
29 - A 12ª edição do Café de Cambona começou as 9h da manhã na Praça Roque Gonzáles junto ao Sítio Histórico de São Nicolau – Patrimônio Nacional. Empresas, entidades, associações, piquetes, Clubes de Mães participaram na recepção dos visitantes, algo em torno de 25.000 pessoas. Foram distribuídos, gratuitamente, café na cambona e bolo frito.
- Ocorre a 26ª Tafona de Osório tendo como canção vencedora Maria Fumaça, com letra de Sélio da Rosa Neto, Melodia de Paulinho di Casa na interpretação da Tribo Maçambiqueira
- Ocorre o 31º Carijo da Canção Gaúcha, de Palmeira das Missões que teve como vencedora a canção  o Chamamé A Alma Índia do Mate,  com Letra de Rodrigo Bauer e música de Cristian Camargo na interpretação de Marcelo Oliveira, André Teixeira e Shana Müller.
JUNHO
23 - Visando fomentar o estudo de uma das culturas que integram a história do estado do Rio Grande do Sul, em especial do município de Taquara, a Administração Municipal, através da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes lançam, nesta quinta-feira, 23, os projetos “Tropeirismo Geral” e“Tropeirismo nas Escolas Municipais”. O evento inicia às 8h15min, na sede social do CTG “O Fogão Gaúcho”, rua General Frota, 2030, com palestra de Valter Fraga Nunes e Marco Aurélio Angeli.
26 - Aconteceu o 60º Rodeio de Poetas da Estância da Poesia Crioula. O auditório da Fundação Pão dos Pobres estava completamente lotado. O Patrono espiritual do Rodeio, o saudoso poeta Dimas Costa, esteve representado por sua esposa, sua filha e seu genro, que vieram de Florianópolis paras as comemorações. O Poeta Homenageado foi Tadeu Martins. Na ocasião foi empossada a nova diretoria da Academia Xucra do Rio Grande tendo a frente o poeta Ubirajara Anchieta Rodrigues.
 
27 - Faleceu o músico Álvaro Feliciani, 63 anos, de Jaguari, em virtude de um câncer. Álvaro Feliciani era conhecidíssimo nos festivais e, por longos anos, foi o gaiteiro do Grupo Legendas.
JULHO
03 - O município de Erechim foi o pórtico de entrada da Tocha Olímpica no Rio Grande do Sul. O evento aconteceu no domingo, 3 de julho, e os músicos e fundadores do grupo Os Monarcas, Gildinho e Chiquito, fizeram o show de encerramento cantando “Erechim, história e canto”, acompanhados do Grupo Folclórico Polonês (Jumpem), do Coral Cantares e da Orquestra Municipal de Belas Artes de Erechim.
05 - Em função da crise financeira, a Prefeitura de Porto Alegre suspendeu em 2016 o patrocínio do Acampamento Farroupilha com verba pública. O aporte de R$ 330 mil, que vinha sendo destinado nos últimos três anos e que, em 2015, foi utilizado na reparação de toda a rede elétrica do Parque da Harmonia, foi cortado.
07 - A tradição gaúcha se juntou ao espírito olímpico num momento de culto. Na Fazenda do Boqueirão em São Sepé, a jovem Luiza Pires conduziu a Tocha Olímpica até o histórico fogo de chão que arde a 200 anos ininterruptamente no galpão da estância. A menina é neta de Dona Gilda Pires, proprietária do local que, por mais de cinco gerações, mantém ardente a chama que virou atração no Estado.
 
08 - Presidente da Ordem dos Cavaleiros Airto Timm conduz e repassa a Tocha Olímpica ao músico Renato Borghetti, em Porto Alegre. Momento em que o tradicionalismo e o nativismo unem-se através do espírito esportivo.
12 - Aos 89 anos, nascido na Fazenda Cerro Colorado, distrito de Seival, interior do município de Caçapava do Sul, Zeno Dias Chaves foi escolhido como Patrono dos Festejos Farroupilhas do ano de 2016.
20 - Está marcada para as 11 hs de hoje o início da operação de transferência do monumento Gaúcho Oriental do local onde se encontra hoje, nas proximidades do Viaduto João Pessoa, para o eixo monumental do Parque Farroupilha, junto ao chafariz. A ideia é valorizar e proteger a bela estátua recentemente pelo projeto CONSTRUÇÃO CULTURAL - RESGATE DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO, que promoveu a revitalização de 32 monumentos e marcos históricos da Redenção em dois anos.
30 - O Movimento Tradicionalista Gaúcho convida para o lançamento da obra:"MTG 50 Anos de preservação e valorização da cultura gaúcha", de autoria de Rogério Bastos,  dia 30/07 na Casa de Cultura Justino Martins, em Cruz Alta, durante a 82ª Convenção Tradicionalista.
31 - No início da madrugada deste domingo, encerrou a 36ª edição da Coxilha Nativista, realizada de 27 a 30 de julho, na cidade de Cruz Alta. O resultado é o seguinte: Primeiro Lugar: Cicatriz, de autoria de Guilherme Collares/Roberto Borges na interpretação de Juliana Spanevello.
AGOSTO
08 - Terminou, na boca da madrugada desta segunda-feira, a 25ª edição do festival Ronco do Bugio, de São Francisco de Paula. O Jubileu de Prata deste grande evento que visa preservar o único ritmo gauchesco parido no Rio Grande foi coroado de sucesso com o público lotando o CTG Rodeio Serrano durante as três noites festivaleiras, apreciando os belos espetáculos musicais e bailando ao som de dois grandes conjuntos, Os Monarcas e Os Serranos. Os vencedores do 25º Ronco do Bugio foram os seguintes:
1º LUGAR: OS TROPEIROS DE SÃO CHICO. Letra: Anildo de Souza Araújo, Milton César Hoff e Jones Andrei Vieira. Música: Jones Andrei Vieira. Interpretação: Daniel Silva
12 - O acendimento da Chama Crioula para a semana Farroupilha aconteceu hoje, na Ilha do Fanfa, palco de uma das primeiras batalhas da Revolução Farroupilha. A ilha fica no município de Triunfo, cidade natal de Bento Gonçalves.
13 - A 6ª Tertúlia Maçônica da Poesia Crioula, acontecida no sábado a noite, foi coroada de êxitos, tendo como pontos altos, além dos belos poemas concorrentes e o show de Jader Leal, as ilustres presenças dos homenageados Nairo Callegaro, Presidente do MTG e Paixão Côrtes. A Comissão Avaliadora foi composta por Ewerton dos Anjos Ferreira, Adão Bueno e Wilson Tubino, e à Mestre de Cerimônias foi Liliana Cardoso. O coordenador geral do evento foi Léo Ribeiro de Souza.

Os premiados foram os seguintes:
MELHOR TEMA MAÇÔNICO: A CAPELA DE ROSSLYN, Autor: Moisés Menezes
LINHA MAÇÔNICA
PRIMEIRO LUGAR: A CAPELA DE ROSSLYN, Autor: Moisés Menezes, Intérprete: Rodrigo Canani Medeiros, Amadrinhador:  Henrique Arboite Torrel de Bail
LINHA NÃO MAÇÔNICA
PRIMEIRO LUGAR:  MORTE ENVOLTA DO LENÇO, Autor: Rodrigo Bauer; Intérprete: Pedro Junior da Fontoura; Amadrinhadores: Henrique Scholz e Paulinho Pires 
31 - Entregue ao público a revitalização da estátua do pajador Jayme Caetano Braun, escultura do artista Vinícius Ribeiro, no ACAMPAMENTO FARROUPILHA, outrora no ostracismo, servindo para amarrar barracas, completamente deteriorada e abandonada. Fez parte da restauração do local uma praça com sete bancos representando os sete povos missioneiros. 
SETEMBRO
01 - Começa o mês farroupilha com manifestações que vão do Rio Grande do Sul aos mais diversos rincões do planeta.
07 - Abre-se, oficialmente, o Acampamento Farroupilha de Porto Alegre.
09 - Morre Edison Acri. Natural do Uruguai, radicado no Brasil há muitos anos, foi produtor do Programa Galpão Nativo, da TVE, na época que era apresentado por Glênio Fagundes. Como artista plástico era muito talentoso. Foi autor de um dos mais expressivos livros sobre usos e costumes do gaúcho.
17 - Ocorre a final do Desafio Farroupilha, a Dança das Invernadas, promovido pela RBS TV e que movimentou diversos grupos pelo Rio Grande afora. A grande vencedora foi a Invernada Artística do CTG Tiarayu, de Porto Alegre. 
20 - Em Porto Alegre, como em diversas cidades do interior gaúcho, os desfiles tradicionais voltaram a acontecer com maior afinco, ao contrário do ano passado onde, por causa da doença equina do Mormo, muitos foram cancelados. Em dezenas de cidades do Brasil e do mundo celebra-se o Dia Do Gaúcho.
21 - Encerram-se as comemorações do mês farroupilha.
 
25 - Acontece  a Sesmaria da Poesia Gaúcha, de Osório, tendo as seguintes premiações:
1º LUGAR: SOB OS OLHOS VENDADOS DA JUSTIÇA
Autor: Sebastião Teixeira Correa
 Declamador: Pedro Junior Lemos da Fontoura
 Amadrinhador: Kaíke Mello
2º LUGAR: SONATA PARA A MUSA REVELADA
 Autor: Vaine Darde
 Declamador: Guilherme Suman
 Amadrinhadores: Diogo Barcellos e Dhouglas Umabel
3º LUGAR: QUEM VEM AO MUNDO PELO CHÃO DE AREIA
 Autor: Léo Ribeiro de Souza
 Declamador: José Estivalet
 Amadrinhador: Mário Tressoldi e Rodrigo Reis
OUTUBRO
09 - No anoitecer deste domingo, 09/10, foram conhecidos os destaques do 1º Canto Galponeiro, festival que recoloca a cidade de Passo Fundo no cenário dos festivais nativistas do Rio Grande do Sul. Confiram o resultado: Primeiro Lugar:  Galponeiro. Letra: Érlon Péricles. Melodia: Érlon Péricles/Guilherme Castilhos. Interpretação: Ita Cunha
11 - Uma noite de emoção e que ficará marcada para sempre na memória das 23 crianças que subiram ao palco com grupo Os Monarcas, na comemoração de 45 anos do grupo. A gravação do DVD “Os Monarcas e os Novos Talentos”aconteceu em Nova Bassano, na Serra Gaúcha, na última terça-feira (11/10), véspera de feriado de Nossa Senhora Aparecida.
 
21 - Foi inaugurada em Maçambará o Monumento ao cantor gauchesco, filósofo e homem campeiro Mano Lima. A obra é de autoria do escultor de São Luiz Gonzaga, Vinícius Ribeiro.
25 - Nesta terça-feira (25/10), ocorreu na Câmara de Vereadores da Cidade de Porto Alegre a Sessão Solene em Homenagem aos 50 anos do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG), que contou com a presença da “estátua viva do tradicionalismo”, Paixão Côrtes.
29 - 30ª Ciranda Estudantil Nativista - CIENA, da cidade de Canguçu, encerrou-se neste sábado dia 29 após uma semana de intensa programação voltada para os jovens da rede escolar desta importante cidade no Sul do Estado, que é considerada a Capital Nacional da Agricultura Familiar. As apresentações foram realizadas no Ginásio Municipal de Esportes Conrado Ernani Bento, no Cine Teatro Municipal e no Centro de Formação de Agricultores de Canguçu- CETAC.
30 - Movimento Tradicionalista Gaúcho festeja seus 50 anos em grande estilo, com festividades que abrilhantaram todo o fim de semana. Foram entregues dezenas de certificados, diplomas e medalhas a colaboradores das entidade neste meio século. O evento aconteceu na Casa do Gaúcho, no Parque da Harmonia, em Porto Alegre.
- O CTG Estância Nova, do bairro Valinho (Passo Fundo), sediou o 1º Encontro de Trovadores Pedro Ribeiro da Luz. O evento teve o apoio na sua realização da Fundação Cultural Planalto, com as Rádios Planalto AM (730) e FM (105.9) e Revista Somando.
NOVEMBRO
05 - Ocorre a 3ª Tertúlia da Poesia no Teatro Treze de Maio, em Santa Maria, que teve como grande vencedora a poesia Paixão e Pedra. Autor: Carlos Omar Villela Gomes. Declamadora: Aline Martins Linhares. Amadrinhador: Geraldo Trindade.
07 - Numa promoção do Piquete de Tradição Gaúcha China Véia, do Patrão Tchaca, uma delegação de artistas e tradicionalistas gaúchos embarcam hoje, dia 07, para Hong Kong, com chegada prevista para quarta-feira, dia 09 na cidade de Dongguan. Também ocorrerão palestras, bailes e apresentações artísticas nas localidades de Guangzhou e Shenzhen.
10 - Pajador Paulo de Freitas mendonça representa o Brasil no VII Encontro Internacional de payadores de são José de maipo 2016, no Chile. Desta vez em homenagem a quem foi seu animador em várias jornadas, Yerko Hromic Miranda.
12 - Neste sábado, dia 12, acontece em Passo Fundo RS o XIV Encontro Internacional de Bandoneon. O eventro idealizado pelo Tio Mena ocorre no anfiteatro do Colégio Notre Dame apartir da 19Hr com apresentação de bandoneonistas brasileiros, argentinos e uruguaios.
16 - Conhecidos os vencedores do 3º Troféu Antônio Augusto Ferreira, visando os mais destacados nomes dos festivais de poesia do Rio Grande do Sul. A promoção é do Blog do Léo Ribeiro, que computa a pontuação dos participantes nos eventos poéticos pelo Estado. Foram Vencedores:
Poeta Destaque: Sebastião Teixeira Correa.
Declamador Destaque: Paulo Ricardo Fuxina dos Santos
Amadrinhador Destaque: Zulmar Benitez
20 - CTG Tiarayu, de Porto Alegre sagra-se campeão do ENART 2016. As cinco melhores Invernadas (Danças Tradicionais Força A) foram:
 
1º lugar – CTG Tiarayú, de Porto Alegre
 2º lugar – CTG Aldeia dos Anjos, de Gravataí
 3º lugar – CTG Rancho da Saudade, de Cachoeirinha
 4º lugar – CTG Heróis Farroupilhas, de Caxias do Sul
 5º lugar – União Gaúcha João Simões Lopes Neto, de Pelotas
21 - Na tarde desta segunda-feira (21/11), a Câmara de Vereadores da Capital aprovou a revogação da Lei nº 12.129/16 que alterava o nome do Acampamento Farroupilha para Acampamento Farroupilha Nico Fagundes. O Projeto de Lei nº 221/16, para manter o nome original do Acampamento, é de autoria do vereador Bernardino Vendruscolo e foi aprovado com 19 votos favoráveis.
26 - Cerca de três mil pessoas compareceram ao Complexo Poliesportivo de Campo Novo, na região celeiro do Rio Grande do Sul, onde o Sescoop/RS realizou na noite de sábado, 26/11, a 9ª edição do Festival Rio Grande Canta o Cooperativismo.
A música vencedora foi: Chasque pra um guitarreiro, com letra de Flaubiano Lima, música de Zulmar Benitez, na interpretação de Nilton Ferreira. 
DEZEMBRO
De 9 a 11 de dezembro, em Santa Maria, aconteceu a 24ª Tertúlia Musical Nativista.  O resultado é o seguinte: 24ª TERTÚLIA: Primeiro Lugar: De Filho Pra Pai. Letra: Tulio Souza. Melodia: Emerson Martins. Interpretação: Nilton Ferreira.
10 - Ocorreu mais uma "amostra" da Califórnia da Canção Nativa de Uruguaiana, realizada com artistas da região, com o intuito de reviver a época áurea deste pioneiro festival.
16 - O escritor Simões Lopes Neto foi homenageado, nesta sexta-feira (16), com uma estátua de bronze para marcar os 100 anos de sua morte. Um dos mais importantes personagens da cultura gaúcha, Lopes Neto ganhou uma réplica em tamanho real na praça Coronel Pedro, em Pelotas.
 
21 - A Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul aprova projeto do governo Sartori de extinção da Fundação Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore, fundada em 1974 com a proposição de pesquisar e preservar a cultura regional gaúcha.  
22 - A triagem da 35ª Gauderiada da Canção, da cidade de Rosário do Sul, foi motivo de enormes protestos de músicos e compositores nas redes sociais. Segundo os reclamantes as "panelas", as amizades e o protecionismo voltaram a ser recorrentes nos festivais do Rio Grande do Sul.  Em face a estas discussões a Comissão Avaliadora redigiu uma Carta Aberta justificando suas escolhas. 
 
Matéria transcrita na íntegra a partir do blog do Léo Ribeiro, desejo a todos os nossos seguidores um 2017 macanudo.

Por hora é isso, inté fui...

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

DESTAQUES DA TROVA EM 2016.

DESTAQUES DA TROVA EM 2016.

Recebi por e-mail da Associação de Trovadores Luiz Muller com sede em Sapucaia do Sul e jurisdição em todo o território nacional a relação dos destaques do ano, segundo pesquisa realizada por Derly Silva e Volnei Corrêa.


Trova campeira - Cravinho de São Gabriel.


Trova estilo Gildo de Freitas - João Barros - Santa Maria.


Trova de Martelo um empate triplo - Jadirzinho de Portão, Turco Chaves de São Gabriel e José Estivaleth de Porto Alegre.






Avaliador - Volnei Corrêa.


Festival com maior número de participantes, 21º Desafio de Trovadores de Cacequi, com 58 participantes.

Divulgação em rádio - Odilon Ramos.


Divulgação Internet - Adão Bernardes.



Presidente da Associação de Trovadores Luiz Muller - Renato Kruel.


Por hora é isso, inté fui...